5.

Orientação
Profissional

Escolher uma profissão é uma tarefa importantíssima, mas também pode ser assustadora! Quando chega a hora do vestibular, muitos jovens ainda não têm a menor ideia do que querem; há aqueles que ficam na dúvida entre muitos cursos e outros já não se identificam com nenhum.

É importante que o jovem não se sinta pressionado neste momento. Ao contrário, ele precisa de suporte e de paciência, visto que nem todo mundo possui uma carreira dos sonhos.

 

Para facilitar essa escolha, existe a orientação profissional. Baseada em questões que levam à reflexão e ao autoconhecimento, ela ajuda o adolescente a escolher a sua vocação, fazendo com que ele descubra seus interesses e suas motivações.

A escolha de uma profissão não acontece facilmente e não é um processo isolado, mas relacionado ao lado emocional do jovem, a fatores sociais e familiares. Muitas vezes, isso pode trazer preocupação. É aí que a orientação profissional ajudará o jovem a descobrir a sua identidade, aprofundando o seu conhecimento acerca de uma profissão, como mercado de trabalho, áreas em que pode atuar, salário e dia a dia de um profissional.

Existem diversos métodos para proporcionar orientação vocacional aos estudantes e interessados. Feitas por psicólogos, essas metodologias focam em uma série de análises sobre diversos aspectos do indivíduo. Entre elas, são ouvidas as aptidões, observada a personalidade e os interesses do candidato. Isso é feito por maneiras distintas, entre elas estão as entrevistas, em que as conversas são responsáveis pela identificação dos interesses.

 

São realizados encontros individuais e coletivos semanais, nos quais o psicólogo conversa com o jovem, utiliza questionários, testes de aptidão, testes psicológicos e dinâmicas. Enfim, várias estratégias que criem condições para o adolescente se conhecer, esclarecer suas dúvidas e estabelecer objetivos para o seu futuro. Além de desenvolver maturidade para lidar com os obstáculos e descobrir o que mais gosta de fazer!

Mesmo que o jovem já tenha uma carreira preferida a seguir, é importante que ele tenha uma assistência para evitar que haja uma grande idealização de carreira perfeita. A orientação vocacional não faz a escolha para você – mas consiste em uma sólida ferramenta de auxílio nesse processo. Ela é uma forte ferramenta para o auto-conhecimento. É uma chance de saber quais habilidades pessoais você mais valoriza e qual o tipo de atividade que mais te agrada na rotina diária.

Tags: Orientação Profissional| Psicóloga BH| Tatiana Guimarães

Clínica Ciranda Sistêmica

Rua dos Tupis, 38 - Sala 2104  - 21º Andar 

Centro - Belo Horizonte - MG

 

CEP: 30190-060

(31) 99922-7727

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle